Atualização - novo terminal do aeroporto de Goiânia

A obra do novo terminal do aeroporto Santa Genoveva está no estágio final, e as companhias já estão se planejando para mudar para o novo terminal, o que deve ocorrer em torno de 60 dias. Uma série de visitas ocorrem toda semana no novo complexo, na qual todos os setores envolvidos estão se programando para esta ação.

Faltam detalhes e uma boa limpeza, pois no geral está tudo pronto. Externamente, é possível notar as pinturas nas taxiways, placas de informações para os pilotos, além das pontes de embarque.





Comentários

Steve disse…
Quantos aviões vão poder operar simultaneamente nas pontes de embarque?
Rafael Rodrigo disse…
Viajo dia 19 de abril, espero que já esteja pronto
Roney Pereira disse…
São 4 posições nas pontes de embarque e desembarque e mais 7 posições remotas.
Steve disse…
Roney, só quatro posições? não entendo muito deste assunto, mas não é pouco, mesmo se considerarmos que a Azul e Passaredo devem continuar operando no terminal atual?
Funcionário disse…
Steve, são 4 posições pra finger. Acredito ter mais 3 ou 4 posições de embarque para a remota.

ATR não opera em finger. De resto as outras vão brigar com TAM e GOL pra ver quem consegue utilizar um finger.
Pedro disse…
Após a inauguração do novo terminal, o antigo ainda será utilizado por alguma companhia aérea? Apoio que continue em operação, se realmente necessário, mas acho um absurdo que seja utilizado para vôos comerciais.
Em diversos aeroportos brasileiros que receberam um novo terminal, o terminal antigo é usado por empresas regulares. Nao acho absurdo. É fato que, se usado, deverá receber obras de melhorias.
Em diversos aeroportos brasileiros que receberam um novo terminal, o terminal antigo é usado por empresas regulares. Nao acho absurdo. É fato que, se usado, deverá receber obras de melhorias.
Pedro disse…
Acredito que uma das funções do terminal seja de concentrar o fluxo de embarque e desembarque de passageiros em um local, por ser a forma mais funcional para que todo esse sistema funcione adequadamente, dessa forma que esse local proporcione o conforto e o mínimo de equipamentos necessários aos usuários. Por isso acho no mínimo injusto construir um novo terminal para que apenas alguns desfrutem de todo o conforto, além de não achar nem um pouco funcional não concentrar esse sistema em apenas um local (acredito que só causaria confusão); ser acontece em outros locais, na minha opinião, ou por falta de planejamento ou por intuito de querer proporcionar menos custos na obra do suposto novo terminal, para que o mesmo consiga atender toda a demanda necessária. Não sou dono da razão, apenas minha opinião.