sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Aeroporto de Rio Verde-GO terá nova sessão contra incêndio

Enquanto a verba e as obras de reforma do aeroporto de Rio Verde-GO não se iniciam, as autoridades locais tentam melhorar a infraestrutura atual. No fim de julho, o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rubens Leão, participou de uma reunião com o diretor de Obras da Agetop, Marcos Musse, para tratar de assuntos pertinentes a liberação de recursos para o Aeroporto General Leite de Castro.



Na ocasião o diretor de Obras, Marcos Musse autorizou o empenho de R$ 500 mil, valor este destinado para a construção da sessão contra incêndio (CSI) no aeroporto. Musse reiterou que esta era uma reivindicação antiga do secretário Rubens. O diretor afirmou ainda para o secretário e para o deputado que as obras terão início no mês de agosto.

“Foram inúmeras as visitas em Goiânia e Brasília para solucionar os impasses referentes as obras de adequação e expansão do aeroporto. Em todas as visitas, os deputados Lissauer e Heuler fizeram questão de comparecer e assim acompanhar de perto o andamento das solicitações”, mencionou o secretário Rubens Leão.

Rubens ainda lembrou os benefícios que uma linha aérea regular trás para o desenvolvimento do município e até para as cidades circunvizinhas.

Fonte: Prefeitura de Rio Verde-GO

Voos Interrompidos

O GYN Online relembra que no início de julho, a Azul suspendeu temporariamente suas operações na cidade devido a não qualificação do corpo de bombeiro local em operar os novos equipamentos de segurança, que possibilitaria a operação com o ATR 72-600. Mediante a pressão da companhia, e da ANAC, a prefeitura treinou e habilitou os bombeiros do aeroporto, o que possibilitou o retorno dos voos da Azul no dia 23 de julho com o ATR 72-600 para 70 passageiros.

Um comentário:

Lucas RVD disse...

Pesquisando no site do Tribunal de Contas do Estado de Goiás encontrei o processo da licitação do aeroporto de Rio Verde e em um documento consta o SOBREPREÇO no valor de R$ 3.082.735,12 relativos à execução de CBUQ e Concreto em Pavimento. Segue o link:http://www.tce.go.gov.br/servicos/andamento/temp/8a3f4466-c796-4618-9369-fc92439c9756.pdf
Será que vão autorizar a obra com este SOBREPREÇO ou será que a AGETOP conseguirá justificar?