Aeroporto de Anápolis


O governo estadual vai investir R$ 30 milhões nas obras de construção do novo aeroporto de cargas de Anápolis. O anúncio foi feito ontem pelo governador Alcides Rodrigues, em Anápolis, onde visitou obras em construção pelo Estado. O governador disse que o aeroporto é fundamental para Goiás e para o Centro-Oeste, porque consolida os modais logísticos de transportes, quais sejam a as ferrovia Norte-Sul e Centro-Atlântica, as rodovias federais e estaduais já existentes e em breve o aéreo, com a construção do aeroporto de cargas.

Alcides disse que os recursos a serem aplicados, até o fim do ano, já garantidos no orçamento, representam 30% do valor total. Segundo ele, pela importância da obra, não há dúvida que o próximo governador dará continuidade. Estiveram presentes também o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, o presidente da Câmara Municipal, Sírio Miguel Rosa da Silva, o secretário do Planejamento e Desenvolvimento, Oton Nascimento Júnior.

Alcides recomendou ainda ao prefeito e ao secretário do Planejamento que retomem os contatos com o governador do Amazonas, Omar Aziz, que foi reeleito, para acelerar as negociações relacionadas com a instalação de entreposto da Zona Franca de Manaus em Anápolis. Protocolo de intenções com esse objetivo foi firmado pelos dois Estados há dois anos. Contudo, a falta do aeroporto acabou retardando as negociações.

Gomide agradeceu ao governador pelo empenho em implantar a obra, lembrando que todo o empresariado de Anápolis anseia por este benefício. Ele ressaltou também que o aeroporto representa o terceiro modal logística do município, que já conta com ferrovias e rodovias. A nova pista terá três mil metros de extensão por 30 metros de largura, além de instalações adequadas para recebimento, classificação, armazenamento e embarque de mercadorias.


Fonte: O hoje.com.br
Agradecimentos á Frederico Naves pela indicação da reportagem.

Comentários

Anônimo disse…
Só 30 mts de largura para uma pista que propõe receber aviões cargueiros de grande porte. No minimo acho que deveria ter 45 mts.
Acho que falta engenharia.

Roberto Pereira (Jaraguá GO).
lucaspromucena disse…
Concordo planamente, nos grandes aeroportos internacionais a largura das pistas chegam a 60mts
Anônimo disse…
O que? 30mts numa pista pra aviões cargueiros? Só se for Cessna caravan!

Será que GYN perderia voos com iss, se o aernápolis sair?
Anônimo disse…
30 M só se for para TRIKE E ULTRALEVE!!! kkk
Anônimo disse…
Será que ele vai receber voos internacionais??
Anônimo disse…
kkkkkkk, se for caravan, a JADLOG ja tem presença marcada
Anônimo disse…
Po poderia era consertar a escuta online ai em.
abraços
daniel santana disse…
pessoal digamos que a infraero iria ser privatizada, voces seriam contra ou a favor? porque? eu seria a favor, pelo mesmo motivo de quando privatizaram a rodoviaria daqui. colocar nas mãos de quem sabe fazer dinheiro e facilitar a vida dos usuarios.
daniel santana disse…
continuando..... claro se for a unica maneira de ter eficiência, porque bom mesmo era que tivesse compotência da condução nas coisas públicas.Não é possível que com tanta gente de altíssima competência passando em concurso público não haja alguém que possa gestionar melhor as coisas. Ou será que depois que entram para o serviço público as pessoas "emburrecem"? já foi constatado que todas as empresas estatais que foram provatizadas aumentou e melhorou o desempenho, Privatiza-se a Infraero mas mantém as Agências reguladoras de forma séria, sem a presença de apadrinhados.
Anônimo disse…
Também acho estranho apenas 30mts. Tomara que seja informação errada.

Frederico Naves
Jorge Scarpin disse…
Olá, sou do blog http://professorscarpin.blogspot.com. Estou concorrendo também ao topblog, na área de Economia.
Adorei o seu blog e já votei. Espero sua visita. Para votar no meu blog, pode ir pelo blog ou então no link http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=busca&c_b=23111150.
Um grande abraço,


Jorge Eduardo Scarpin
Anônimo disse…
vai receber vous internacionais??