sexta-feira, 22 de agosto de 2014

GOL solicita novos voos para Goiânia aos finais de semana

A GOL solicitou novos voos entre Goiânia e a cidade de São Paulo, aeroporto de Congonhas, aos finais de semana. Caso sejam autorizados pela ANAC, os novos voos serão operados a partir do dia 01 de Outubro pelo Boeing 737-800 para 177 passageiros.

Aos sábados, o voo 1434 decola de Congonhas às 10h26 e pousa em Goiânia às 11h55. Como 1593, decola da capital goiana às 12h25 e pousa na capital paulista às 13h51. Já o voo 1436 parte de São Paulo às 14h00 e pousa no aeroporto Santa Genoveva às 15h45 onde pernoita e decola apenas no domingo como 1585 às 08h51 e chega a Congonhas às 10h36.


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Matéria Especial: aeroporto de Caldas Novas

O GYN Online atualizou a matéria especial sobre o aeroporto de Caldas Novas. Com mais detalhes, novas informações e muitas fotos, escrevemos sobre o maior aeroporto do interior de Goiás. Clique na imagem abaixo e confira a matéria especial do mais importante destino turístico de Goiás.


Exercício Sabre: Base Aérea de Anápolis

Mais de 60 aeronaves e 500 militares de 15 esquadrões da Força Aérea Brasileira (FAB) reunidos em um só lugar. Esse é o perfil do Exercício Operacional BVR2/Sabre, que começou na Base Aérea de Anápolis (BAAN) na última segunda (18/08) e segue até o dia 18 de setembro. O objetivo é treinar a aviação de caça em um ambiente de guerra simulada.

Participam aeronaves F-5M, A-1, A-29, E-99, KC-130, além da Aeronave Remotamente Pilotada Hermes 450 e do Primeiro Grupo de Defesa Antiaérea (1° GAAAD). Durante todo o exercício serão realizadas missões de Controle e Alarme em Voo, Defesa Aérea, Escolta, Reabastecimento em Voo, Varredura e Vigilância e Controle do Espaço Aéreo, entre outras. 

Os combates simulados terão como foco o chamado BVR, sigla inglesa para Beyond Visual Range, ou, "além do alcance visual". Essa é a face mais moderna da guerra aérea atual, onde os pilotos se enfrentam a grandes distâncias, por vezes superiores a 50 ou 60 quilômetros, com o uso de radares, mísseis de alta tecnologia e atuação em rede.

Fonte: FAB




sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Aeroporto: Obras estão 40% concluídas. No entanto, partes do projeto dependem de avaliação do TCU

Retomadas em setembro do ano passado pelo consórcio formado pelas empresas Via Engenharia e Odebrecht após seis anos de paralisação, 39% das obras do novo terminal de passageiros do Aeroporto Santa Genoveva, de Goiânia, estão prontas. Dentre as benfeitorias já realizadas estão a concretagem e alvenaria das instalações. Atualmente, o terminal passa pela instalação da cobertura metálica, construção das plataformas de apoio às pontes de embarque e instalação do piso.
© O Popular
De acordo com a assessoria da Infraero, as obras estão dentro do cronograma previsto e seguem sem novas interrupções. A previsão de entrega se mantém para o primeiro semestre de 2015. No entanto, partes do projeto como a execução da pista de taxiamento, obras no pátio de aeronaves e vias de acesso ao novo terminal dependem de avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU). O processo chegou a entrar na pauta da sessão do dia 18 de junho, porém, o ministro-substituto, Weder de Oliveira, pediu vistas para análise.

Desde então, o processo segue sob avaliação dos gabinetes em conjunto com a unidade técnica. Novas solicitações foram feitas às partes e algumas ainda não foram respondidas. Diante disso, ainda não há data para nova apreciação. Se for necessário, podem ser instaurados processos de Tomada de Contas Especiais para se quantificar eventuais débitos e responsabilidades sobre supostas irregularidades. O tribunal, por meio da assessoria de imprensa , apenas informou que continua acompanhando os desdobramentos do caso.

Fonte: O Popular via GoianiaBR

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Aviação Regional: dez aeroportos de Goiás receberão investimentos federais

Goiás terá dez aeroportos de municípios do interior beneficiados pelo Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR), anunciado recentemente pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). Ao todo, os aeroportos goianos devem receber R$ 392,3 milhões em investimentos, sendo que quatro deles (Caldas Novas, Catalão, Itumbiara e Porangatu) já estão em fase de estudos preliminares, que definem os aspectos gerais das obras e têm prazo de 60 dias para serem finalizados.

Aeroporto de Caldas Novas - © Maurício Alves

Após a conclusão do estudo preliminar, caso não haja impedimento específico, começa a fase de elaboração do anteprojeto para licitação. De acordo com a Secretaria de Aviação Civil, os demais aeroportos incluídos no programa são de Alto Paraíso de Goiás, Anápolis, Jataí, Minaçu, Pirenópolis e Rio Verde, que ainda estão na fase inicial de estudo de viabilidade técnica, que avalia questões ambientais e legais. Os municípios foram escolhidos pelo índice populacional, Produto Interno Bruto (PIB), localização geográfica e questões sócio-econômicas e turísticas da região.

Fonte: O Popular via GoianiaBR